sexta-feira, 2 de fevereiro de 2018

Mini bonecas



 Em 2015, minha primeira mini  surgiu em um dia triste desses que a gente precisa se costurar. Fiz um desenho e  fui pra máquina. Ela apareceu toda costurada, com um botãozinho de coração dentro do peito.  

quinta-feira, 29 de outubro de 2015

Meu canto

É aqui onde passo a maior parte do dia. Onde trabalho. Onde me encontro e me perco. Onde faço o que amo. Onde me escondo. Onde bordo, costuro, alinhavo, experimento. De onde escrevo. 


quinta-feira, 26 de março de 2015

Como as bonecas surgiram na minha vida?


Recentemente me fizeram essa pergunta e respondi como comecei a costurar as bonecas de pano que faço hoje, mas acho que não foi aí que elas surgiram na minha vida. Como toda menina brinquei muito de bonecas na infância, tive bonecas de tecido, de plástico, umas que falavam e outras que andavam. Mas de todas as bonecas que tive, uma é muito especial e não é nenhuma dessas que se pode comprar. Ela tinha que ser encontrada.



Quando passávamos  o final de semana no sítio da minha avó, não era como hoje que as crianças

quarta-feira, 21 de janeiro de 2015

Quarto dos filhotes


Casa de ferreiro, espeto de pau? Pois é, por aqui é quase isso..rs. Demorei um tempo até conseguir organizar o quartinho dos meus filhos. E se não fosse minha mãe que conseguiu fazer as colchas, as cobras lindas e almofadas, acho que ainda estaria tudo em branco...  Tudo simples e reaproveitando o máximo o que eu já tinha, mas as coisas em tecidos da minha mãe e minhas adoradas casinhas de madeira fazem tudo ficar colorido e divertido. E o mais importante é que eles adoram brincar por aqui :)

quarta-feira, 15 de outubro de 2014

Meninos e bonecas


    Quando meu filho mais velho tinha 4 anos, havia acabado de ganhar um irmão e  me vez um pedido especial: "Mamãe, você me dá uma boneca daquelas que parecem um bebê de verdade?"
    Eu ainda não fazia bonecas, mas comprei a Joana ( nome que ele deu a ela). E com a Joana ele repetia tudo que me via fazer com seu irmão mais novo. Cuidava dela como se fosse um bebê de verdade. Acho que brincando e cuidando da Joana ele ia elaborando todas as mudanças que ganhar um irmão nos trás. 
    Hoje ele não brinca mais com a Joana, prefere seus carrinhos e legos, mas nesse dia das crianças eu não pude deixar de fazer um boneco especial para os meus dois queridos.Um boneco pra brincar, abraçar e cuidar, pra poder trocar a brincadeira de vez em quando e poder quem sabe ser um adulto mais completo e amoroso.