Quem




Eu sou Ana Carolina. Na minha infância amava os brinquedos que podíamos fazer com coisas simples. Minhas bonecas preferidas eram pequenos gravetos que vestíamos com penas e flores que encontrávamos pelo chão da fazenda do meu avô. Essa memória é muito presente, acho que continuo brincando... 
Sempre gostei de desenhar. Me formei em arquitetura e apesar de sempre ver minha mãe costurando, só  aprendi a costurar depois dos 30 porque queria muito fazer as bonecas que desenhava ganharem vida.
Penso nas minhas bonecas e desenhos como um pedaço de infância.  Adoro quando um adulto pega uma boneca minha e diz que se sentiu uma criança. Gosto de pensar que essa é minha função, despertar  e acolher a criança que existe em nós, e assim nos deixar com um olhar mais encantando para o mundo.
Aqui no atelier comecei desenhando os quartinhos que minha mãe costurava, agora me dedico às bonecas e ilustrações
    





Essa é Ana Maria, minha mãe.Sempre costurou, herança da sua queria avó Hercília. Foi ela quem começou a fazer as bonecas de Pano pelas quais me apaixonei e acabei aprendendo a costurar por causa delas.  Como eu, ela também sempre desenhou e é com certeza minha maior influência.  A gente adora costurar junto, tomar café, conversar, assistir filme, ouvir música, tomar cerveja... Estar junto é uma alegria e um aconchego.  
O nome do atelier é em parte pelo nosso mesmo primeiro nome ( Ana)  e também por algumas memórias compartilhadas. Eu brinquei quando criança na mesma mangueira que ela e seus irmão brincavam. A mangueira da fazenda do meu avô, era o lugar da fantasia, palco das brincadeiras e pra mim tem cara de infância....
 Anacardiacea é o nome da família de árvores da qual a mangueira faz parte ( do latim Ana(voltado) para cima e cardiumcoração, devido ao formato de coração dos frutos).